head> O blog da guida: Março 2008 .comment-link {margin-left:.6em;}

O blog da guida

Para ver, aprender, descobrir, sentir e gostar.

sexta-feira, março 28, 2008

Entrevista com Campeã Individual 2007 - Minigolfe



Olhar para um campo de minigolfe é quase regressar ao Portugal dos Pequeninos?


Sim, é essa a ideia mas a primeira ideia errada que existe no minigolfe é que isto é para crianças. Não é para crianças, é para adultos e crianças também. Este é um desporto fantástico porque alia de uma forma única a diversão e a competição. Conseguimos ter na mesma competição a jogar pais e filhos, netos e avós. Isso existe porque a competição é disputada de igual forma para todas as categorias, desde os infantis até aos seniores.


Se calhar com outra vantagem, desde logo, que é o facto de o campo ser tão pequeno e de não se cansar tanto na deslocações entre buracos.

Esse é o segundo erro de quem nunca jogou minigolfe. O minigolfe exige muito treino. O facto de as pistas serem pequenas permite que todas se façam de uma tacada só. O famoso "all in one" do golfe é sempre possível no minigolfe e é sempre esse o objectivo do jogador. Um jogador que está a jogar a sério faz aqui 30 tacadas.

É possível fazer todas as pistas com uma tacada?

O atleta que tiver bom material, que o conhecer e souber aplicar e tiver depois uma boa capacidade de treino, tem à partida muito mais vantagens. Em relação ao esforço, um torneio de minigolfe desenvolve-se num fim-de-semana completo. Entre sábado e domingo fazemos seis voltas ao circuito. Estamos todo o dia, permanentemente, a jogar. Realmente de uma pista para a outra andamos dois ou três metros mas fazemos isto seis vezes por dia. Além disso, sempre que temos um torneio, isso implica horas de treino no fim-de-semana ou dia anterior e neste treino normalmente estamos no campo das 9h às 18 ou 19h.

Não se pode pensar que é ‘carne para canhão’...

É verdade que toda a gente pode jogar, temos pessoas a jogar desde os 8 aos 70 anos, mas à partida, o atleta que estiver melhor fisicamente tem também mais condições porque este exercício exige muita concentração.

As pistas apresentam obstáculos para ultrapassar. Isso é aliciante?

É esse o segredo. As 18 pistas são todas diferentes e todas têm obsctáculos [com excepção da primeira, na Costa Nova] diferentes e eles são ultrapassados de forma diferente. E cada obstáculo não tem uma forma única de ser jogado, podemos jogar às tabelas, com bolas rápidas, lentas e não raras vezes, dez atletas jogam dez bolas diferentes e podem fazer mais do que uma jogada diferente na mesma pista.

Que outros aspectos diferenciam o minigolfe do golfe?

No golfe o objectivo é jogar com força e colocar a bola o mais próximo possível do buraco na primeira tacada e depois jogar ao buraco. No minigolfe a força é o nosso pior inimigo, temos de a controlar muito. Temos de jogar devagar e com muita precisão acima de tudo.

Há um número máximo de tacadas para cada buraco?

Em cada buraco temos seis tentativas para introduzir a bola no buraco. Se à sexta tentativa não conseguirmos ficamos com sete pontos. O objectivo é chegar ao fim dos 18 buracos com o mínimo de tacadas possível.

Ficou satisfeita com o título de campeã nacional?

Muito. Foi o culminar de um ano de trabalho. Já jogava há oito anos e ainda não tinha sido campeã nacional, embora já tivesse ficado em segundo e terceiro lugar e começava a achar que não iria conseguir. Fiz uma reflexão e achei que precisava de mudar alguns métodos de treino. Tive de treinar mais e melhor e quando consegui alterar o sistema de treino tive resultados quase de imediato.


Ficha técnica


Nome - Anabela Pereira (na foto)


Idade - 35 anos


Naturalidade - Vila Nova de Gaia e residência em Ílhavo


Clube de Minigolfe da Costa Nova


Palmarés:

- Vencedora da Taça de Portugal em 2003

- Campeã nacional individual e por equipas em 2007


Próxima meta:

- Ganhar as duas próximas jornadas do campeonato nacional e ser campeã em 2008

Nota: Noticia retirada da Net.

quinta-feira, março 20, 2008

PARA SUSTO JÁ PASSOU !




Queridos amigos e visitantes deste meu modesto espaço,

quero agradeçer as mensagens de carinho deixadas no blog e ao mesmo tempo dizer-vos que a semana passada dia 11 foi um bocadinho triste, mas apesar de tudo com um final feliz (a minha estrelinhada sorte esteve do meu lado).
Dei entrada de urgência no Hospital São Francisco Xavier por não sentir a minha perna esquerda e ter formigueiro no mesmo pé.
O caso era mesmo grave. Depois de observada pelo neuro-cirurgião, feitos exames complementares, (análises clinicas, RX, electrocardiograma e finalmente uma TAC) o resultado foi:

Indicação operatória de urgência.

Fui transferida e operada dia 12 ás 18,00 no Hospital Egas Moniz tendo realizado discetomia L5-Si.

Dia 14 tive alta hospitalar.

Encontro-me bem e a fazer fisioterapia. Agora é tudo uma questão de tempo. O mais importante é que já sinto a minha perna e o pé.

Quero aproveitar para agradeçer do fundo do meu coração a toda a equipa médica Dr. Manuel Domingues, ao cirurgião Cicero J.Silveira, enfermeiros, auxiliares e  fisiterapeuta, o profissionalismo, carinho, e dedicação com que fui tratada tanto no Egas Moniz como no São Francisco Xavier.

A todos as colegas e amigos, também o muito obrigada.

Um obrigada também para o terapeuta Ponte que tem sido um grande amigo.

Ao Dr. Raúl do Centro Fisioterapia R_equilibrios em Oeiras e que me faz  a fisioterapia, a disponibilidade com que me acolheu, nesta importante fase de recuperação pós operatória.

E finalmente á minha familia mais directa (marido e filho) 
MUITO OBRIGADA. Com o seu apoio todas a barreiras se tornam transponiveís.

Aproveito também para desejar a todos uma PÁSCOA FELIZ














quarta-feira, março 19, 2008


MUITOS PARABÉNS FILHO (20 ANOS)

terça-feira, março 18, 2008

1ª JORNADA CAMPEONATO NACIONAL INDIVIDUAL - MINIGOLFE

PARA MAIS INFORMAÇÃO CLICAR NO TÍTULO.

Aproveito para lembrar de que a 2ª Jornada decorrerá em Pombal nos dias 19 e 20 de Abril.

Aqui fica o convite. Se poderem apareçam. A vossa presença será importante.

quarta-feira, março 05, 2008

HOJE SOU PIQUININA :):):)


ESTÃO TODOS CONVIDADOS PARA O ANIVERSÁRIO.

terça-feira, março 04, 2008

CAMPEONATO REGIONAL MINIGOLFE

CAMPEÕES REGIONAIS SUL:

Senhoras - Margarida Pereira (MCP)
Homens - Rui Garcia (MCP)
Juniores - João Miguel (MCP)
Seniores - Ananias Quintano (ADME)

CAMPEÕES REGIONAIS NORTE:

Senhoras - Juventina Silva (CMP)
Homens - André Manuel (CMP)
Junior Masculino - Tiago Pinto (CMP)
Juvenil Masculino - Miguel Ferreira (CMCN)
Juvenil Feminino - Ana Raquel (FCV)
Infantil Masculino - Diogo Ferreira (CMP)

Parabéns a todos os que participaram no campeonato regional.

Máxima de um colega nosso já falecido (Rafael Salgueiro):

- O perder e o ganhar são promenores de pouca importância. O importante é a pratica da modalidade.